BLOG

Latam terceiriza e demite 1,3 mil no Rio e em São Paulo

30/08/2018

Latam terceiriza e demite 1,3 mil no Rio e em São Paulo


A Latam Airlines, segunda maior companhia aérea do país, demitiu cerca de 1,3 mil funcionários que trabalham nos aeroportos de Guarulhos (Cumbica), em São Paulo, e do Galeão, no Rio de Janeiro. As demissões são decorrentes de um processo de terceirização dos serviços auxiliares dos dois aeroportos.

A companhia disse que está tentando realocar parte dos profissionais, mas admitiu que haverá redução dos quadros, sem esclarecer o número de cortes. A maior parte dos 850 funcionários da Latam que atuam em Guarulhos e os 350 que trabalham no Rio de Janeiro será demitida.

Na semana passada, a empresa informou que a partir da primeira semana de setembro toda a operação de rampa e limpeza (ground handling), gestão de equipamentos de solo (GSE) e atendimento a clientes com bagagens perdidas ou danificadas (lost luggage), nos aeroportos de Guarulhos e do Galeão, passará a ser feita pela Orbital-WFS.

As empresas e o próprio Sindicato dos Aeroviários de Guarulhos (Sindigru), filiado à Federação Nacional dos Trabalhadores em Aviação Civil (Fentac/Cut), disseram que a legislação trabalhista impede que os demitidos pela Latam possam ser recontratados pela Orbital. A lei veta um trabalhador demitido de prestar serviços terceirizados para a empresa em que atuava antes, em um prazo de 18 meses.

Acordo. A Latam chegou a um acordo com o Sindigru para ampliar os benefícios concedidos às centenas de funcionários demitidos. Pelo acordo, os trabalhadores que não forem recolocados terão benefícios como assistência médica e odontológica e vale-alimentação por seis meses.

Também foi criado um Programa de Demissão Voluntário (PDV) que poderá gerar vagas para quem desejar ser transferido. Segundo o Sindigru, a expectativa é de que nessa semana ainda possa haver pessoas realocadas.

O grupo Latam, formado em 2012 após a fusão entre a brasileira TAM e a chilena LAN, vem reduzindo o número de funcionários nos últimos anos.

O total de empregados nas operações da empresa em toda América do Sul caiu de 53,1 mil, em 2012, para 41,9 mil, em junho de 2018. Já a quantidade de passageiros transportados pela companhia aumentou, de 64,6 milhões, em todo o ano de 2012, para 67 milhões de clientes em todo o ano de 2017.

A Latam divulgou resultados de balanço referentes ao segundo trimestre de 2018 com prejuízo de US$ 113,5 milhões no período, queda de 18% na comparação anual. A receita total subiu 3,7% na comparação anual, a US$ 2,4 bilhões. (do Valor Econômico)





Cursos